Meat Leaders
Apaixonados pela Arte de Cozinhar. Apresentamos neste blog receitas e curiosidades sobre este delicioso mundo. Siga-nos também no Facebook clicando em curtir ou acessando www.facebook.com/meatleaders

Dicas de Ingredientes Vegetais no Churrasco

receitas de espetinho vegetariano

Você que é Vegetariano e não aguenta mais ir em churrascos e acabar com fome, postei abaixo algumas delicias vegetarianas para poder diversificar na hora da confraternização.

 

Abacaxi Grelhado

Abacaxi

Corte o abacaxi em fatias circulares com uma espessura de meio centímetro. Passe em cada lado um pouquinho de azeite extra virgem e grelhe por alguns minutos de cada lado.

Cebola Grelhada

Antes de colocá-las na brasa, descasque, corte pela metade e ferva as cebolas até que fiquem macias. Depois disso, asse-as diretamente deitadas na grelha, pincelando azeite antes, por alguns minutos e virando com cuidado pois ela é bem sensível e pode desmontar.

Tomate Grelhado

Além de colocá-los no espetinho, você pode também pode simplesmente cortá-los ao meio e colocá-los diretamente sobre a brasa com a parte da casca para baixo. passando alguns minutos, vire-os para que fiquem bem assados. pode temperar com as ervas (manjericão, orégano, salsinha e cebolinha) picadas e regue com um fio de azeite extra virgem e sal.

Tofu

Antes de ser grelhar, o tofu deve ser deixado para descansar por pelo menos meia hora em uma marinada feita com molho de soja, azeite e ervas, ao seu gosto. Uma boa dica é usar sálvia, louro, alecrim ou orégano picados. Adicionar à marinada uma colher de chá de vinagre de maçã ou uma pitada de açúcar mascavo para deixar o tofu crocante. O tofu, cortado em fatias, pode ser colocado diretamente na grelha, ou cortados em pedaços pequenos para serem colocados em espetinhos, alternando com tomate, pimentão, abacaxi, cebola…

Cogumelos

Os cogumelos são outro tipo de alimento adequado para ser grelhado na brasa, para propor uma variedade no menu carnívoro clássico do churrasco. Depois de lavados e limpos, os cogumelos (Porcini e Shitake) devem ser deixados para descansarem em uma marinada de azeite, pimenta-do-reino, sal e salsa picada. Depois são colocados na brasa por alguns minutos e servidos quente.

Batatas

Batatas

Corte-as em rodelas de cerca de meio centímetro de espessura e regue-as com azeite extra virgem temperado com curry em pó, simplesmente misturando os dois ingredientes em um copo e mexendo. Coloque-as diretamente sobre a brasa. Vire sempre, de um modo e do outro, para que se cozinhem bem. O fogo deve ser baixo se não, elas se queimam. Depois de prontas tempere com sal, alecrim, que é a especiaria que mais combina com batatas.

Berinjela

Corte a berinjela em fatias finas, sem descascá-las e deixe-as descansarem dentro de um escorredor de macarrão por pelo menos uma horinha cobertas com sal, para que eles percam o sabor amargo. Coloque o escorredor sobre uma bacia funda, pois as berinjelas irão perder água. Deixe-as marinarem em azeite temperado com hortelã e alho picado por pelo menos duas horas e coloque-as para grelharem no espetinho. Se colocadas diretamente na grelha elas podem grudar, neste caso vire-as com atenção para não desmancharem.

Aspargos

Uma vez que os aspargos estiverem limpos e cortados (removidas seus talos, um centímetro da parte de baixo), basta colocá-los na brasa por alguns minutos até que fiquem macios e crocantes, regue com azeite de oliva, sal e gotinhas de limão a gosto.

Pimentões

Até os pimentões na brasa ficam com um sabor especial. Comparado com outros vegetais, levam mais tempo para ficarem prontos. Coloque-os inteiros na brasa e vire sempre até que casca fique marrom, quase queimada. Chegando a este ponto, retire-os do fogo e deixe esfriar. Em seguida, despele-os com as mãos e remova todas as sementes. Com as mãos, corte-os em tiras, e misture-os no azeite com pimenta-do-reino, hortelã, sal e alho picado.

Aproveite!!!!

Receitas de Coração de Frango

Prático e Gostoso, Uma boa Pedida !!!

coracao

Receita I
Ingredientes:

1/2 xícara de suco de limão
1/2 xícara de cebola picada
1/4 xícara de óleo
1/2 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de pimenta
1/2 colher (chá) de orégano
1/2 colher (chá) de tomilho
1 dente de alho amassado
800 gr de coração de frango

Preparo:

  • Misture todos os temperos.
  • Junte os corações e deixe na geladeira durante
    3 horas, mexendo de vez em quando.
  • Depois disso, coloque os corações em espetos e leve à churrasqueira.

Receita II

coracao

Ingredientes:
1 kg de coração de frango
200 ml de shoyu
1/3 maço de coentro fresco picado bem fininho
Pimenta do reino
150 gr de amido de milho (maisena)

Preparo:

coracao

  • Em uma vasilha grande misture ao shoyu a pimenta e com ajuda de um fouet vá adicionando o amido, até que sature.
  • Junte o junte o coentro, o coração e deixe o marinando por 30 minutos.
  • Não se esqueça de mexer de vez enquanto, pois o amido decanta rapidamente.
  • Coloque em um espeto adequado para o churrasco, mas não aperte demais um contra o outro, deixe um pequeno espaço entre eles, para que cozinhem uniformemente.
  • Leve à churrasqueira com um braseiro forte.
  • Grelhe até que esteja bem dourado todos os lados.
  • Nessa receita o coração fica muito macio.

Boa Churrascada !!!!!!!

Segredos De Uma Boa Massa Caseira

Resultado de imagem para massa caseira

Como fazer uma boa massa e cuidar para que ela se transforme em sucesso ao ir à mesa é uma grande preocupação. Mas as dicas que vêm a seguir serão de máxima utilidade para que as dúvidas acabem, os erros diminuam e a margem de acerto cresça.

Comecemos primeiro pela receita básica da massa, com ovos. Receita simples, que depende muito mais da habilidade na hora da mistura e de se saber o ponto em que ela fica boa para o cozimento. É claro que existem variações, seja na quantidade de ovos ou na colocação de algum outro ingrediente, mas esta é a receita clássica e a que oferece melhores perspectivas de exito.

Para cada 400 gramas de farinha de trigo, reserve 4 ovos, uma pitadinha de sal e um pouco de água morna ou leite, se necessário. O sal pode ser dispensado e, inclusive, a massa ficará mais sequinha.

Forme um montinho com a farinha, abrindo um buraco no alto, como um vulcão. Coloque os ovos neste buraco e vá misturando devagarinho, sempre no interior, até conseguir que a massa fique homogênea e firme. Para isso, talvez seja necessário adicionar um pouco de leite ou água (se mineral, sem gás). Depois, será a vez de formar bolas para passar nas maquininhas ou para serem estendidas pelo rolo. Nesse caso, a mesa deve estar enfarinhada e a massa também, para não grudar na mesa nem no rolo. Está pronta a sua massa caseira, que levará no máximo 7 minutos para ficar cozida al dente, como os italianos recomendam.
O que pode ser descrito, mais ou menos, como nem dura nem mole.

O cozimento – Para a sua massa caseira ou a massa comprada pronta, lembre-se que é preciso um litro de água para cada 100 gramas de massa. E uma colher de (chá) de sal para cada litro de água.
A massa deve ser colocada bem espalhada e não de uma só vez. O ideal é colocar a massa e esperar a fervura levantar para só então acrescentar o sal (de preferência o sal marinho, que sempre dá mais sabor). Na hora de escorrer, pode-se misturar um pouco de azeite, manteiga ou até mesmo suco de limão (pouquinho) para evitar que a massa grude.

O tempo de cozimento varia de acordo com o tipo de massa, é óbvio, e a fresca é a que menor tempo requer. As massas que mais demoram são as grossas, naturalmente, como fuzili, rigatoni, penne ou espaguetes grossos, que podem precisar de 15 a 20 minutos para ficarem al dente. Nesse caso, aconselha-se mexer a massa constantemente, para evitar de grudar.

Para as massas recheadas, tipo ravioli, ou o nhoque, é preferível não deixar a água ferver, esperando-se que subam à tona para retirá-los.

A quantidade de massa para cada pessoa é em tomo de 100 gramas (e as receitas desta edição, sempre para quatro pessoas, sempre levam em conta esta medida). Para as massas recheadas ou gratinadas, a quantidade pode ser menor, em torno de 70/80 gramas por pessoa, mas isso depende muito do apetite de cada um, é evidente.

Quando se temperar a massa com queijo polvilhe-a antes de colocar o molho, assim, o queijo derreterá com o calor do molho, aderindo à massa e a sua fragrância e o seu sabor serão automaticamente aguçados.

Bom Apetite!!!

Filé ao Molho de Laranja

6097-file-ao-molho-de-laranja

Ingredientes:
1 quilo de contrafilé em bifes
3 xícaras de (chá) de suco de laranja natural
1 xícaras de (chá) de creme de leite fresco
1 colher de (sopa) de margarina
1 colher de (sopa) de maisena
6 colheres de (sopa) azeite
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 cebola picada

Modo de Preparo:
Tempere os filés com sal e pimenta. Reserve. Separe ½ xícara de (chá) do suco de laranja e dissolva a maisena. Em uma panela, em fogo médio, refogue a cebola na margarina até murchar. Acrescente o restante do suco de laranja e ferva até reduzir.

Coloque o suco com a maisena dissolvida e espere engrossar. Adicione o creme de leite fresco e tempere com sal e pimenta. Em uma frigideira, em fogo alto, grelhe os filés no azeite e sirva acompanhado do molho. Se desejar, disponha a carne em uma travessa forrada com fatias de laranja.

Rende 6 porções

10 Receitas com Bacon!!!!

Abaixo 10 receitas com bacon para acabar com o seu foco no regime kkkkkk

 1 – Baked Potato com bacon

baked potato com bacon

Ingredientes: 

  • 10 batatas médias
  • 350g de bacon picado
  • 1 bisnaga de requeijão cremoso Catupiry
  • 1 pacote de queijo parmesão ralado
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 250g de presunto ou peito de peru
  • Sal e pimenta a gosto
  • Salsinha, alho e cebola picados
  • Óleo
  • 3 colheres de manteiga ou margarina

Modo de preparo: 

  1. Comece pelas batatas, cozinhe-as inteiras por 30 minutos
  2. Embrulhe-as em papel alumínio e leve ao forno até estarem totalmente cozidas por dentro
  3. Retire a massa da batata, deixando um furo para adicionar o recheio
  4. Faça um purê com a massa da batata

Recheio:

  1. Frite o bacon picado até estarem bem sequinhos
  2. Refogue o presunto ou peito de peru com os temperos em óleo
  3. Junte o purê das batatas

Montagem:

  1. Com as batatas furadas, coloque 1 colher do recheio, adicione o requeijão cremoso Catupiry, mais 1 colher do recheio e por cima salpique o queijo parmesão ralado
  2. Leve ao forno por 10 minutos
  3. Ao servir, coloque o creme de leite e por cima salpique o bacon picadinho

 2 – Batatas gratinadas com bacon

batata gratinada com bacon

Ingredientes:  

  • 10 batatas médias
  • Sal
  • 100g de bacon defumado
  • Queijo Mussarela
  • Orégano
  • Azeite

Modo de preparo: 

  1. Descascar e cortar as batatas em rodelas
  2. Cozer as batatas em água com sal (não as deixar cozer muito para não se desfazerem)
  3. Colocar as batatas numa assadeira
  4. Cortar o bacon aos cubinhos e juntar às batatas
  5. Espalhar o queijo por cima das batatas e do bacon e polvilhar tudo com orégano
  6. Deitar um fio de azeite por cima e levar ao forno quente durante alguns minutos (o suficiente para tostar o bacon e o queijo)

 3 – Coxa de frango ao requeijão e bacon

coxa de frango com bacon

Ingredientes: 

  • 10 coxas de frango com pele
  • 20 fatias de bacon fino (2 por coxa)
  • 1 e 1/2 copos de requeijão
  • 5 batatas grandes
  • 1 pacote de queijo ralado
  • 3 dentes de alho ralado
  • 2 colheres de sopa de sal
  • 1 cebola ralada
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • Azeite

Modo de preparo: 

  1. Tire o final do osso da coxa, deixando apenas a parte com a carne
  2. Tempere as coxas de frango com o alho, cebola, sal e pimenta-do-reino
  3. Deixe pegar o gosto do tempero por cerca de 2 horas
  4. Enrole 2 fatias do bacon em cada uma das coxas
  5. Descasque 4 batatas, corte em pedaços de 1,5 cm cada e dê um pré-cozimento
  6. Descasque 1 batata e corte em pedaços bem finos e compridos
  7. Em um refratário médio coloque alguns filetes de azeite e cubra com as batatas finas
  8. Coloque as coxas na assadeira, todas bem próximas uma das outras, em cima das batatas finas
  9. Coloque as batatas entre as coxas e nas bordas do refratário
  10. Em fogo médio asse por aproximadamente 1 hora e meia
  11. Quando estiver pronto retire o refratário do forno e coloque o requeijão em cima das coxas de frango
  12. Coloque o queijo ralado por cima de todo o frango e batata
  13. Retorne o refratário ao forno por mais 10 minutos para gratinar
  14. Sirva com arroz branco

 4 – Cupcake de bacon

cupcake de bacon

 Ingredientes: 

  • 1 caixinha de bacon em fatias finas (se preferir compre bacon em pedaços e fatie bem fininho)
  • 6 ovos
  • Sal
  • Pimenta-do-reino
  • Queijo cheddar
  • Cheiro-verde

Modo de preparo: 

  1. Frite as tiras de bacon
  2. Coloque em fôrmas para cupcake, em volta e um pedaço no fundo
  3. No meio de cada um quebre 1 ovo
  4. Salpique sal e pimenta a gosto
  5. Acrescente cheiro-verde e queijo cheddar ralado
  6. Leve ao forno preaquecido a 200ºC, por cerca de 20 minutos, ou até o ovo estar cozido e o queijo derretido

 5 – Macarrão ao molho branco com bacon

4442NAG_22864_r50179-1_V152.tif

 Ingredientes: 
  • 500g macarrão de sua preferência
  • 300g de cebola
  • 200g de bacon
  • 1 tablete de caldo de carne
  • 1 pacote de creme de leite
  • 1 pacote de requeijão
  • Queijo ralado

Modo de preparo: 

  1. Coloque o macarrão para cozinhar por 10 minutos, lave e reserve
  2. Não adicione sal
  3. Refogue a cebola e o bacon juntos até ficarem bem fritinhos
  4. Acrescente o caldo
  5. Logo em seguida, acrescente o creme de leite, o requeijão e o queijo ralado

Dica: Não é necessário adicionar todo conteúdo do pacotinho de queijo ralado, pois é ele que irá determinar o sal de seu prato.

 6 – Muffin de queijo e bacon

Muffin de queijo e bacon

 Ingredientes: 
  • 200g de bacon fatiado frito
  • 1 ovo levemente batido
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1/4 xícara (chá) óleo
  • 4 colheres (sopa) de cheiro verde picado
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 100g de queijo parmesão ralado
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Margarina para untar

Modo de preparo: 

  1. Em uma vasilha, coloque o ovo, o leite, o óleo e o cheiro-verde
  2. Misture bem e reserve
  3. Em uma outra vasilha, junte a farinha, o parmesão e o fermento
  4. Acrescente aos poucos a mistura do ovo
  5. Adicione o bacon e misture até obter uma massa homogênea
  6. Coloque a massa em forminhas pequenas untadas ou numa forma grande de buraco
  7. Leve ao forno preaquecido, a 180°, por 25 minutos, até dourar

 7 – Pão de queijo com bacon

pão de queijo com bacon

Ingredientes: 

  • 1kg de polvilho azedo
  • 1 prato de queijo ralado bem fino
  • 4 ovos
  • 2 xícaras de óleo
  • 2 xícaras de leite
  • 1 xícara de água
  • 300g de bacon em cubos pequenos

Modo de preparo: 

  1. Frite o bacon e reserve
  2. Coloque o polvilho em uma bacia, sove com 1 xícara de água fria
  3. Leve ao fogo em uma leiteira o oléo, água, 1/2 xícara de leite e deixe ferver
  4. Assim que levantar fervura desligue. Espere esfriar e coloque no polvilho misturando bem
  5. Adicione os ovos um a um, o queijo, o restante do leite morno (1 e 1/2 xícaras)
  6. Adicione o bacon frito e misture bem
  7. A massa fica bem mole
  8. Unte a mão com óleo e enrole as bolinhas do tamanho que gostar
  9. Coloque na forma e leve para assar no forno quente por 30 a 40 minutos

 8 – Risoto de bacon e calabresa

Risoto de bacon e calabresa

Ingredientes: 

  • 1 ½ xícaras de arroz arbóreo
  • 3 colheres de manteiga
  • 1 cebola média picada
  • 1 cálice de vinho branco seco
  • 1 xícara de bacon picado (sem pele)
  • 1 xícara de calabresa picada em cubos
  • 1 caldo de bacon
  • 5 xícaras de água
  • 1 lata de creme de leite
  • Salsinha picada e tomate cereja para decorar

Modo de preparo: 

  1. Em uma panela coloque o bacon para fritar, não deixe torrar muito
  2. Reserve
  3. Na mesma panela, frite a calabresa na gordura do bacon (para dar aquele gostinho especial)
  4. À parte, ferva a água e dissolva o caldo de bacon (reserve)
  5. Em uma panela aqueça 2 colheres de manteiga, coloque a cebola, mas não deixe que torrem
  6. Acrescente 2/3 do bacon e da calabresa fritos e o arroz (não precisa lavar)
  7. Frite em fogo baixo e não pare de mexer
  8. Acrescente o vinho branco
  9. Acrescente aos poucos a água com o caldo de bacon, mexendo sempre
  10. Se acabar a água e o arroz ainda não estiver cozido, acrescente mais água fervente, mexendo sempre, até cozinhar o arroz (não deixe cozinhar muito)
  11. Quando estiver al dente, acrescente o creme de leite e a manteiga
  12. Desligue o fogo e verifique o tempero
  13. Para servir enfeite com o restante do bacon e calabresa, um ramo de salsinha e tomate cereja

Dica: Use o restante do vinho branco usado na receita para acompanhar o prato!

 9 – Rocambole de carne moída trançada com bacon

rocambole bacon

Ingredientes: 

  • 1kg de carne moída
  • 20 fatias de bacon
  • 3 fatias de mussarela
  • 1 lata de milho verde
  • 1 pimentão picado em fatias
  • 1 pacote de creme de cebola
  • 3 dentes de alho ralado

Modo de preparo: 

  1. Tempere a carne com os 3 dentes de alho ralado, depois acrescente o creme de cebola misture bem e reserve por alguns minutos
  2. Em uma mesa abra um papel filme no máximo 40cm, em seguida você começa a trançar o bacon em cima do papel filme
  3. Depois do bacon todo trançado, você vai colocar a carne moída temperada em cima do bacon, abrindo a massa e deixando ela reta
  4. Agora vem a parte boa, “o recheio”
  5. Eu dei algumas opções acima tipo milho, pimentão, mas você pode colocar o que você quiser: cenoura, requeijão ou catupiry no lugar da mussarela. Tanto faz coloque o que você tiver vontade
  6. Depois que a carne moída estiver aberta, coloque o pimentão, o milho, a mussarela e, se sobrar bacon, pode colocar também
  7. Enrole tipo rocambole e depois e só colocar no forno e esperar pra se deliciar
  8. Caso você queira enfeitar, coloque algumas batatas na assadeira junto com o rocambole

 10 – Torta de brócolis com ricota e bacon

Torta de brócolis com ricota e bacon

Ingredientes: 

  • 1/2 maço de brócolis picado
  • 1/2 peça de ricota cortada em cubos médios
  • 1/2 pimentão vermelho cortado em cubos médios (pode ser o verde, mas o vermelho fica mais bonito)
  • 1/2 peça de bacon cortado em cubos pequenos
  • 3 ovos
  • 12 colheres grandes de trigo
  • 1 colher grande de fermento
  • 1/2 xícara de azeite
  • 1 xícara de leite
  • Sal, orégano e queijo parmesão ralado a gosto

Modo de preparo: 

Massa

  1. Junte 3 ovos, o trigo, o azeite e vá adicionando o leite aos poucos até ficar cremoso
  2. A massa é bem cremosa mesmo
  3. Adicione o sal a gosto, salpique um pouco de orégano e uma pitada de queijo ralado na massa
  4. Reserve

Recheio

  1. Coloque o bacon em uma panela e deixe-o fritar
  2. Quando estiver douradinho, retire e coloque o brócolis
  3. Coloque um pouco de sal e manteiga para refogá-lo
  4. Quando estiver verde bem vivo, e levemente amolecido, desligue a panela
  5. Junte a ricota e reserve
  6. Despeje toda a massa sobre uma forma untada e enfarinhada
  7. Coloque o recheio e, por fim, o pimentão vermelho
  8. Abaixe com uma colher o recheio
  9. Pode ser salpicado um pouco de queijo parmesão por cima, se desejar
  10. Geralmente 45 minutos de forno alto são suficientes

Cortes de Carnes e Dicas

Imagem relacionada

Na hora de comprar a carne, preste atenção nas seguintes características:
– Consistência firme e compacta
– Cor vermelho-brilhante
– Gordura deve ser branca ou amarelo-pálida. Se for muito amarela, é sinal que o animal era velho e, portanto, que a carne é dura.

Evite desperdícios, calcule sua compra corretamente.(Dependerá entre homens e mulheres, os homens costumam comer mais)

Em Casa:
– Carne sem osso – 175 gramas por pessoa.
– Carne com osso – 300 gramas por pessoa.

No Churrasco:

Para o churrasco a quantidade aumenta para 500 a 600 gramas se for servida apenas a carne ou 400 a 500 gramas se for acompanhada por saladas, pães,etc .

Antes de ser posta à venda, a carne bovina sofre um processo de maturação, que a torna mais macia e tenra. No mercado existem cortes limpos, embalados a vácuo, e congelados, que podem ser conservados até por 60 dias, sem risco de contaminação.É o tipo chamado de carne resfriada. Às vezes sua cor é escura, o que não significa estrago.

Há cortes para diferentes destinações:
– Para assar: rosbife, bisteca com osso, miolo de alcatra, picanha, maminha, coxão duro ou mole, lagarto, patinho e ponta-de-costela.
– Para refogar: cupim, acém, bisteca, patinho, fraldinha, capa de filé e filé de costela.
– Para ensopar: além dos que servem para refogar, entram rabo, tutano, ponta de agulha, aba de filé, peito e carne moída.
– Para fritar: contrafilé, patinho, coxão mole, alcatra e filé mignon.

Tipos de cortes bovinos

#Picanha: Pode ser chamada de tapa de cuadril (espanhol) ou cap of rump (inglês).Parte macia, mais marmorizada e com capa de gordura. É de fácil preparo e muito suculenta. É própria para churrascos, podendo ser assada inteira ou em postas no espeto ou na grelha. É boa para assados, bifes ou carne de panela. É importante prepará-la com a gordura para que o sabor e maciez fiquem mais acentuados,podendo-se retirá-la na hora do consumo. Lembre-se que a picanha pesa entre 1kg e1,5kg, portanto se você encontrar picanhas maiores à venda saiba que na verdade há uma parte de coxão duro que não foi separada do corte sendo vendida junto.

# Contrafilé: também conhecido como lombo, lombo desossado, filé curto, filé de lombo e filé.É chamado de contra filé pois na carcaça do bovino este corte situa-se “contra” o filé mignon, ou seja, estão apenas separados pelas vértebras lombares. Pode ainda ser chamado de bife angosto ou bife de chorizo (espanhol), faux-filet (francês) .É uma carne macia, de sabor acentuado e que por sua camada de gordura na lateral mantém a umidade da carne. Ideal para bifes de chapa, estrogonofe, grelhados,rosbife, medalhões, churrasco, grelha e assados. Deve ser servido mal passado ou ao ponto, e assado em alta temperatura para que não enrijeça. Prefira pedaços de contra filé com gordura uniforme.

#Filé de Costela (Noix): também conhecido como entrecote e charneira. Pode ainda ser chamado de bife ancho (espanhol), entrecôte (francês) .Este corte em especial, quando apresentado com osso, é chamado de bisteca ou chuleta. É uma carne muito saborosa, suculenta e macia. Tem fibras mais curtas e rijas, sendo utilizado principalmente para churrasco ou na grelha, ou como carne cozida com legumes, assados, refogados e picadinhos.

#Capa de Filé: é um corte localizado sobre o contra filé ou filé de costela na porção torácica.Com textura desigual e grande quantidade de nervos, precisa de cozimento mais longo, pode ser usado em ensopados, refogados, assados, churrascos, preparo na grelha e picadinhos.

#Cupim: é a porção de fibras musculares entremeadas de gordura situadas logo atrás do pescoço de bovinos de raça zebuína ou seus cruzamentos. É saboroso e muito usado em churrasco. Mas exige um longo tempo de cozimento.Tem sabor característico e paladar agradável. Deve sempre ser cozido lentamente, podendo ser assado enrolado em várias camadas de celofane especial para culinária que distribui o calor uniformemente e promove o cozimento da carne em seu próprio suco. Outra forma de preparo é o cozimento em panela de pressão, bem temperado ou apenas com sal refinado.

#Rabo: também conhecido como rabada. Chamado de rabo (espanhol), queue (francês)e tail (inglês). É uma carne com osso muito saborosa, excelente para ensopados e cozidos. Pode ser preparado em pedaços, cortando vértebra, ou numa só peça.

#Alcatra: um dos cortes mais versáteis do boi. Uma peça inteira mede 80cm e contém cinco tipos de carnes. São elas: picanha, maminha, baby beef, tender steak e o top sirloin.Todos muito saborosos, se cortados corretamente (contra as fibras).A alcatra é macia e tem pouca gordura, sendo ideal para bifes, refogados, assados e ensopados. Fica excelente no churrasco, tanto no espeto ou em bifes grossos na grelha. Evite cortes finos pois a carne poderá ressecar.(É considerada “A Rainha das Carnes”, de onde sai a maminha e a picanha). Deve ser servida ao ponto ou mal passada.

#Miolo da Alcatra: também conhecido como coração de alcatra e centro da alcatra. Chamada decorazón de cuadril (espanhol) ou eye of rump (inglês).O corte conhecido como baby beef provém do miolo da alcatra.

#Filé Mignon: pode ainda ser chamado de lomo (espanhol), filet (francês) ou tenderloin (inglês). É o corte mais macio de carne bovina. Um filet mignon inteiro tem aproximadamente 2 kg. Tem sabor adocicado e menos acentuado que a alcatra e o contra filé, é suculento e tem pouca gordura. É ideal para bifes, como tournedor, medalhão,escalope, estrogonofe e também para rosbifes, assados, refogados e picadinhos. Fica bem acompanhado de vários tipos de molhos.

#Acém: também conhecido como agulha, lombo de agulha, alcatrinha, lombo de acém,lombinho de acém e tirante. É o maior e mais macio pedaço do dianteiro do boi, sendo uma carne relativamente magra que deve ser cozida por calor úmido. O acém rende ótimos ensopados, picadinhos, assados, cozidos, carne moída, refogados e bifes de panela

#Braço ou Paleta: dá bons molhos e ensopados, ótimo para carnes de cozimento mais longo e para moer.

#Peito: parte do dianteiro do boi constituída de músculos e fibras grossas e compridas.Necessita de cozimento longo em calor úmido. Pode ser usado em cozidos, caldos,sopas, refogados, enrolado com temperos e assado na panela com molho.

#Coxão Mole: também conhecido como chã de dentro, chã, coxão de dentro, polpa e polpão.Com fibras curtas e macias, é um corte macio que fica bom em assados, ensopados,picadinhos, escalopes, milanesas, bifes finos e enrolados, ou então moída para refogados e molhos.

#Coxão Duro: também conhecido como coxão de fora, chandanca, posta vermelha, perniquim,lagarto plano, lagarto chato, lagarto vermelho, chã de fora e lagarto atravessado.Com fibras mais longas e rijas e gordura concentrada na parte externa, exigecozimento lento, sendo ideal para assados de panela, rosbifes, carne recheada,cozidos ou utilizado moído em molhos e refogados.

#Maminha: parte mais macia da alcatra, é suculenta e tem sabor suave. É boa para assados,churrasco ou na grelha, carnes de panela ou bifes servidos bem passados, pois tem maior teor de gordura. Deve ser cortada de forma correta, ou seja,contra as fibras, para acentuar sua maciez e sabor.

#Patinho: menos macio que a alcatra, é usado para bifes à milanesa e preparações de carne moída crua – como o quibe e o steak tartar, ou então moída e cozida em refogados, molhos, bifes e assados. A parte inferior do patinho é um dos melhores cortes para escalope. Ideal também para picadinhos como o boeuf bourguignon (de origem francesa), goulash (origem húngara) ou spezzatino (origem italiana). Cortado em fatias transforma-se em um dos melhores escalopes que se pode conseguir do boi.

#Fraldinha: é também chamado de aba de filé. No corte de costela minga, a fraldinha é a ponta com carne. Conhecido como vacio (espanhol). Parte constituída de feixes musculares mais grossos e longos, é um corte muito saboroso que fica bom em ensopados,picados, cozidos, carne moída, carne recheada, carne desfiada (carne louca), caldos e sopas. Pode ser assada em churrasco ou na grelha, devendo ser cortada em tiras grossas.

#Ponta de Agulha: também conhecida como capa do bife, é a parte inferior da caixa torácica do bovino,tendo portanto ossos mais finos e bastante cartilagem entremeada com gordura.Fica muito bem em assados, ensopados ou sopa. É considerada a “rainha das churrasqueiras”, sendo uma carne muito saborosa para churrasco. Deve ser cozida por tempo longo, distante do braseiro, para amaciar suas fibras.

#Músculo: bom para molhos, ensopados, sopas, carnes de panela e cozida.

#Pescoço: Continuação do peito, tem formação muscular semelhante ao mesmo.Por ter estrutura muscular semelhante à do peito, pode ser usado nos mesmos tipos de pratos. Necessita de cozimento longo em calor úmido. Pode ser utilizado em sopas, guisados, cozidos, caldos, refogados, ensopados, enrolado com temperos ou assado na panela com molho.

#T-Bone: é um corte especial de lombo, feito através de seções transversais do músculo com osso. O T-bone tem parte final do contra filé de um lado do osso e a parte central do filé mignon do outro. É uma carne muito saborosa, macia e entremeada de gordura.

#Matambre: O matambre tem seu nome originado do espanhol “mata hambre”(mata a fome), pois quando um bovino é abatido a primeira peça de carne que se retira é esta “manta”que envolve a costela. Quando se compra costela, o matambre é a tira de carne de cor rosada que a envolve, e que deve ser preparada separadamente.Pode ser preparada na grelha ou no espeto, cortada em tiras finas e servida como aperitivo para o churrasco. Outro preparo excelente é enrolar o matambre e recheá-lo com legumes, lingüiça e ovos.

#Costela: também conhecida como costela do dianteiro, ripa de costela e assado. É a parte superior da caixa torácica do bovino, tendo ossos maiores e mais largos. A costela é o corte com maior variedade de sabores, texturas e aromas.Exige um tempo de cozimento mais longo, para amaciar suas fibras. É utilizada principalmente para churrasco, ou então para o preparo de carne cozida com legumes. As carnes preparadas com osso tem sempre um sabor muito especial.

#Ossobuco: também conhecido como músculo duro, músculo de segunda, músculo da perna e canela. Quando cortado com osso é chamado de ossobuco. Possui, no centro, osso com tutano que, submetido a cozimento lento, fornece pratos com molhos de muito sabor. Pode também ser usado em sopas e cozidos, produzindo caldos saborosos e gelatinosos.

Aproveite seu churrasco e se divirta muito, porque o que vale, É A FESTA!!!!!!!!!

Como Fazer um Aioli

aioli-2500

O molho aioli, conhecido também simplesmente como aioli, é um molho típico da gastronomia mediterrânea e provençal. Os seus ingredientes principais são o azeite e o alho. O molho aioli utiliza-se normalmente como condimento de peixes e mariscos e às vezes utiliza-se como acompanhamento de alguns pratos, como por exemplo as carnes, onde é servido em separado. De seguida, neste artigo de umComo vamos explicar para você como fazer molho aioli.

Ingredientes:

  • 2 gemas de ovo
  • 2 alhos
  • Azeite de oliva
  • Sal

Instruções:

  • 1 – Em primeiro lugar, para fazer o seu molho aioli, tem que separar as gemas das claras dos ovos. Para isso recomendamos-lhe que parta os dois ovos e com muito cuidado deixe cair as claras num recipiente sem que se rompam as gemas e assim poderá colocar as gemas noutro recipiente.
  • 2 – Assim que tiver as gemas separadas, deve acrescentar os alhos e o sal a seu gosto.
  • 3 – Assim que tiver todos os ingredientes no mesmo recipiente, tem que mexê-los até que consiga uma massa uniforme.
  • 4 – Em seguida, deve adicionar o azeite. Para isso, primeiro tem que deixar cair gota a gota e ir aumentando a quantidade de azeite até que por fim consiga a consistência desejada.
  • 5 – Por último, pode verter o molho aioli num recipiente ou deixá-lo simplesmente no mesmo recipiente onde o preparou e levá-lo para a mesa.

Dadinho de Tapioca

dadinhos_de_tapioca_2

Rende: 8 porções

Ingredientes

250g tapioca Pronta;
300g queijo de coalho;
500 ml leite;
8 g sal, se o queijo estiver muito salgado nao precisa adicionar sal;
1 pitada de pimenta-branca moída na hora;

Modo de preparar
1. Misture a tapioca e o queijo ralado e junte ao leite bem quente, mexendo sempre para não formar grumos.
2. Acrescente os temperos e continue mexendo até a mistura começar a firmar.
3. Despeje em uma assadeira refrataria com papel filme para facilitar a retirada e cubra com mais papel filme. Deixe resfriar e e leve à geladeira por 3h ou mais.
4. Corte em cubos medios e frite por imersão a 170ºC até dourar.
Pode servir como aperitivo para receber os amigos, ou entradas antes de um belo escondidinho de macaxeira.

 

Fazendo Linguiças e Embutidos – Tipos de tripas naturais e artificiais

tripa-natural-suina-para-linguica-486201-mlb20287251722_042015-f

  • Tripas naturais;
  • Tripas artificiais de colágeno;
  • Tripas artificiais de celulose;
  • Tripas artificiais de plástico.

Dentre as tripas naturais, temos:

  • Tripa de porco;
  • Tripa de gado;
  • Tripa de ovino(carneiro).

Tripas naturais

As tripas naturais são extraídas do intestino dos animais, e são basicamente compostas de colágeno, mas não confunda com as tripas sintéticas de colágeno, que são processadas utilizando o colágen da pele do gado. A gordura externa e a mucosa interna das tripas naturais são removidas durante sua produção.

As tripas naturais são utilizadas há séculos e permanecem inalteradas desde então, são totalmente comestíveis e muito bem digeridas pela corpo humano. O processamento delas se dá basicamente com a utilização de sal e água, por isso podem ser utilizadas em produtos orgânicos, pois não há aditivos químicos no processo.

Vantagens das tripas naturais

As tripas naturais possuem uma “respiração” interna muito mais eficiente, possibilitando que processos de defumação e cocção insiram muito mais sabor no interior do embutido. O visual final do produto também é melhor, pois a tripa natural é mais macia e proporciona uma curvatura visualmente mais aprazível nas extremidades dos embutidos. Além de proporcionar uma textura única na mordida.

As tripas naturais são as mais aceitas pelos consumidores, pois tem textura e visual mais agradáveis para a maioria dos embutidos frescos, como linguiças. Os produtos defumados ficam muito melhores com tripas naturais, mas os consumidores já estão acostumados em adquirir produtos com invólucros artificiais, como salame, linguiça calabresa, presunto, mortadela e etc. Em muitos casos o produto já vem sem o invólucro, como as salsichas industriais de baixa qualidade, que tem seu invólucro de celulose removido antes da embalagem final de distribuição. Salsichas de boa qualidade, como as frankfurters, são geralmente produzidas e comercializadas com tripa de carneiro, pois são mais finas do que as de porco usadas em linguiças frescas.

Tripas artificiais / sintéticas

 Celulose

Tripas de celulose são geralmente produzidas com fibra de algodão e/ou pasta de madeira processadas e transformados em invólucros para a fabricação principalmente de salsichas e presuntos para lanche. A tripa de celulose é removida do produto após o cozimento, resultando nas salsichas sem pele comercializadas pela maioria dos grandes fabricantes. Presunto, peito de peru e outros defumados similares são produzidos quase da mesma forma, mas com um invólucro de celulose mais espesso. Esse tipo de tripa também pode ser permeável para a fumaça e vapor. Podem ainda passar por um tratamento anterior ao enchimento para dar aroma de defumado e tingimento.

Plástico

Tripas de plástico não migram o aroma da defumação e não eliminam água do produto interno, por isso não podem ser utilizadas em produtos maturados ou defumados. Seu uso não é recomendável pois há controvérsia quanto à possíveis contaminantes presentes no plástico, principalmente quando submetido a temperaturas um pouco mais elevadas durante o cozimento dos produtos. Apesar disso ainda é comum encontrar esse tipo de invólucro em presuntos de frango ou mortadelas de baixa qualidade.

Colágeno

Tripas de colágeno são geralmente produzidas com o colágeno presente na pele, osso e tendões de gado ou suíno. São produzidas a mais de 50 anos e sua participação no mercado vem crescendo. Tem produtividade mais alta, controle de peso e espessura melhores do que a tripa natural, por isso tornam-se mais rentáveis para a indústria.

A maciez da tripa de colágeno vem melhorando ao longo dos anos, mas a textura da mordida ainda está longe da proporcionada pela tripa natural. Em geral são comestíveis, mas algumas são muito espessas e costumam ser removidas pelos consumidores, como é o caso de alguns salames.

Canelone Zero Carboidrato!!! Facil e Rapido

14463082_1167484216651039_4982806051699723186_n

Ingredientes:

  •  – 1 Ramo de Espinafre
  •  – 300 g de Ricota
  •  – Fatias de Presunto Magro ou de Peito de Perú
  •  – Azeite a Gosto
  •  – Sal a Gosto

Modo de Preparo

Solte as folhas do espinafre, lave e refogue em azeite e alho, reserve.

Amasse a Ricota e tempere com Sal e azeite e reserve.

Misture o espinafre refogado e a ricota bem misturadinho e prove para ver o sal.

Coloque as fatias de presunto em uma tábua e coloque a massa de ricota em cima, enrole como os da fotos.

Pronto agora é só esquentar e comer, se você estiver em dia no regime, pode jogar um molho de tomate em cima e um queijo parmesão, fica uma delicia.

Obrigado