Meat Leaders
Apaixonados pela Arte de Cozinhar. Apresentamos neste blog receitas e curiosidades sobre este delicioso mundo. Siga-nos também no Facebook clicando em curtir ou acessando www.facebook.com/meatleaders

Churrasco

Dicas de Ingredientes Vegetais no Churrasco

receitas de espetinho vegetariano

Você que é Vegetariano e não aguenta mais ir em churrascos e acabar com fome, postei abaixo algumas delicias vegetarianas para poder diversificar na hora da confraternização.

 

Abacaxi Grelhado

Abacaxi

Corte o abacaxi em fatias circulares com uma espessura de meio centímetro. Passe em cada lado um pouquinho de azeite extra virgem e grelhe por alguns minutos de cada lado.

Cebola Grelhada

Antes de colocá-las na brasa, descasque, corte pela metade e ferva as cebolas até que fiquem macias. Depois disso, asse-as diretamente deitadas na grelha, pincelando azeite antes, por alguns minutos e virando com cuidado pois ela é bem sensível e pode desmontar.

Tomate Grelhado

Além de colocá-los no espetinho, você pode também pode simplesmente cortá-los ao meio e colocá-los diretamente sobre a brasa com a parte da casca para baixo. passando alguns minutos, vire-os para que fiquem bem assados. pode temperar com as ervas (manjericão, orégano, salsinha e cebolinha) picadas e regue com um fio de azeite extra virgem e sal.

Tofu

Antes de ser grelhar, o tofu deve ser deixado para descansar por pelo menos meia hora em uma marinada feita com molho de soja, azeite e ervas, ao seu gosto. Uma boa dica é usar sálvia, louro, alecrim ou orégano picados. Adicionar à marinada uma colher de chá de vinagre de maçã ou uma pitada de açúcar mascavo para deixar o tofu crocante. O tofu, cortado em fatias, pode ser colocado diretamente na grelha, ou cortados em pedaços pequenos para serem colocados em espetinhos, alternando com tomate, pimentão, abacaxi, cebola…

Cogumelos

Os cogumelos são outro tipo de alimento adequado para ser grelhado na brasa, para propor uma variedade no menu carnívoro clássico do churrasco. Depois de lavados e limpos, os cogumelos (Porcini e Shitake) devem ser deixados para descansarem em uma marinada de azeite, pimenta-do-reino, sal e salsa picada. Depois são colocados na brasa por alguns minutos e servidos quente.

Batatas

Batatas

Corte-as em rodelas de cerca de meio centímetro de espessura e regue-as com azeite extra virgem temperado com curry em pó, simplesmente misturando os dois ingredientes em um copo e mexendo. Coloque-as diretamente sobre a brasa. Vire sempre, de um modo e do outro, para que se cozinhem bem. O fogo deve ser baixo se não, elas se queimam. Depois de prontas tempere com sal, alecrim, que é a especiaria que mais combina com batatas.

Berinjela

Corte a berinjela em fatias finas, sem descascá-las e deixe-as descansarem dentro de um escorredor de macarrão por pelo menos uma horinha cobertas com sal, para que eles percam o sabor amargo. Coloque o escorredor sobre uma bacia funda, pois as berinjelas irão perder água. Deixe-as marinarem em azeite temperado com hortelã e alho picado por pelo menos duas horas e coloque-as para grelharem no espetinho. Se colocadas diretamente na grelha elas podem grudar, neste caso vire-as com atenção para não desmancharem.

Aspargos

Uma vez que os aspargos estiverem limpos e cortados (removidas seus talos, um centímetro da parte de baixo), basta colocá-los na brasa por alguns minutos até que fiquem macios e crocantes, regue com azeite de oliva, sal e gotinhas de limão a gosto.

Pimentões

Até os pimentões na brasa ficam com um sabor especial. Comparado com outros vegetais, levam mais tempo para ficarem prontos. Coloque-os inteiros na brasa e vire sempre até que casca fique marrom, quase queimada. Chegando a este ponto, retire-os do fogo e deixe esfriar. Em seguida, despele-os com as mãos e remova todas as sementes. Com as mãos, corte-os em tiras, e misture-os no azeite com pimenta-do-reino, hortelã, sal e alho picado.

Aproveite!!!!

Receitas de Coração de Frango

Prático e Gostoso, Uma boa Pedida !!!

coracao

Receita I
Ingredientes:

1/2 xícara de suco de limão
1/2 xícara de cebola picada
1/4 xícara de óleo
1/2 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de pimenta
1/2 colher (chá) de orégano
1/2 colher (chá) de tomilho
1 dente de alho amassado
800 gr de coração de frango

Preparo:

  • Misture todos os temperos.
  • Junte os corações e deixe na geladeira durante
    3 horas, mexendo de vez em quando.
  • Depois disso, coloque os corações em espetos e leve à churrasqueira.

Receita II

coracao

Ingredientes:
1 kg de coração de frango
200 ml de shoyu
1/3 maço de coentro fresco picado bem fininho
Pimenta do reino
150 gr de amido de milho (maisena)

Preparo:

coracao

  • Em uma vasilha grande misture ao shoyu a pimenta e com ajuda de um fouet vá adicionando o amido, até que sature.
  • Junte o junte o coentro, o coração e deixe o marinando por 30 minutos.
  • Não se esqueça de mexer de vez enquanto, pois o amido decanta rapidamente.
  • Coloque em um espeto adequado para o churrasco, mas não aperte demais um contra o outro, deixe um pequeno espaço entre eles, para que cozinhem uniformemente.
  • Leve à churrasqueira com um braseiro forte.
  • Grelhe até que esteja bem dourado todos os lados.
  • Nessa receita o coração fica muito macio.

Boa Churrascada !!!!!!!

Cortes de Carnes e Dicas

Imagem relacionada

Na hora de comprar a carne, preste atenção nas seguintes características:
– Consistência firme e compacta
– Cor vermelho-brilhante
– Gordura deve ser branca ou amarelo-pálida. Se for muito amarela, é sinal que o animal era velho e, portanto, que a carne é dura.

Evite desperdícios, calcule sua compra corretamente.(Dependerá entre homens e mulheres, os homens costumam comer mais)

Em Casa:
– Carne sem osso – 175 gramas por pessoa.
– Carne com osso – 300 gramas por pessoa.

No Churrasco:

Para o churrasco a quantidade aumenta para 500 a 600 gramas se for servida apenas a carne ou 400 a 500 gramas se for acompanhada por saladas, pães,etc .

Antes de ser posta à venda, a carne bovina sofre um processo de maturação, que a torna mais macia e tenra. No mercado existem cortes limpos, embalados a vácuo, e congelados, que podem ser conservados até por 60 dias, sem risco de contaminação.É o tipo chamado de carne resfriada. Às vezes sua cor é escura, o que não significa estrago.

Há cortes para diferentes destinações:
– Para assar: rosbife, bisteca com osso, miolo de alcatra, picanha, maminha, coxão duro ou mole, lagarto, patinho e ponta-de-costela.
– Para refogar: cupim, acém, bisteca, patinho, fraldinha, capa de filé e filé de costela.
– Para ensopar: além dos que servem para refogar, entram rabo, tutano, ponta de agulha, aba de filé, peito e carne moída.
– Para fritar: contrafilé, patinho, coxão mole, alcatra e filé mignon.

Tipos de cortes bovinos

#Picanha: Pode ser chamada de tapa de cuadril (espanhol) ou cap of rump (inglês).Parte macia, mais marmorizada e com capa de gordura. É de fácil preparo e muito suculenta. É própria para churrascos, podendo ser assada inteira ou em postas no espeto ou na grelha. É boa para assados, bifes ou carne de panela. É importante prepará-la com a gordura para que o sabor e maciez fiquem mais acentuados,podendo-se retirá-la na hora do consumo. Lembre-se que a picanha pesa entre 1kg e1,5kg, portanto se você encontrar picanhas maiores à venda saiba que na verdade há uma parte de coxão duro que não foi separada do corte sendo vendida junto.

# Contrafilé: também conhecido como lombo, lombo desossado, filé curto, filé de lombo e filé.É chamado de contra filé pois na carcaça do bovino este corte situa-se “contra” o filé mignon, ou seja, estão apenas separados pelas vértebras lombares. Pode ainda ser chamado de bife angosto ou bife de chorizo (espanhol), faux-filet (francês) .É uma carne macia, de sabor acentuado e que por sua camada de gordura na lateral mantém a umidade da carne. Ideal para bifes de chapa, estrogonofe, grelhados,rosbife, medalhões, churrasco, grelha e assados. Deve ser servido mal passado ou ao ponto, e assado em alta temperatura para que não enrijeça. Prefira pedaços de contra filé com gordura uniforme.

#Filé de Costela (Noix): também conhecido como entrecote e charneira. Pode ainda ser chamado de bife ancho (espanhol), entrecôte (francês) .Este corte em especial, quando apresentado com osso, é chamado de bisteca ou chuleta. É uma carne muito saborosa, suculenta e macia. Tem fibras mais curtas e rijas, sendo utilizado principalmente para churrasco ou na grelha, ou como carne cozida com legumes, assados, refogados e picadinhos.

#Capa de Filé: é um corte localizado sobre o contra filé ou filé de costela na porção torácica.Com textura desigual e grande quantidade de nervos, precisa de cozimento mais longo, pode ser usado em ensopados, refogados, assados, churrascos, preparo na grelha e picadinhos.

#Cupim: é a porção de fibras musculares entremeadas de gordura situadas logo atrás do pescoço de bovinos de raça zebuína ou seus cruzamentos. É saboroso e muito usado em churrasco. Mas exige um longo tempo de cozimento.Tem sabor característico e paladar agradável. Deve sempre ser cozido lentamente, podendo ser assado enrolado em várias camadas de celofane especial para culinária que distribui o calor uniformemente e promove o cozimento da carne em seu próprio suco. Outra forma de preparo é o cozimento em panela de pressão, bem temperado ou apenas com sal refinado.

#Rabo: também conhecido como rabada. Chamado de rabo (espanhol), queue (francês)e tail (inglês). É uma carne com osso muito saborosa, excelente para ensopados e cozidos. Pode ser preparado em pedaços, cortando vértebra, ou numa só peça.

#Alcatra: um dos cortes mais versáteis do boi. Uma peça inteira mede 80cm e contém cinco tipos de carnes. São elas: picanha, maminha, baby beef, tender steak e o top sirloin.Todos muito saborosos, se cortados corretamente (contra as fibras).A alcatra é macia e tem pouca gordura, sendo ideal para bifes, refogados, assados e ensopados. Fica excelente no churrasco, tanto no espeto ou em bifes grossos na grelha. Evite cortes finos pois a carne poderá ressecar.(É considerada “A Rainha das Carnes”, de onde sai a maminha e a picanha). Deve ser servida ao ponto ou mal passada.

#Miolo da Alcatra: também conhecido como coração de alcatra e centro da alcatra. Chamada decorazón de cuadril (espanhol) ou eye of rump (inglês).O corte conhecido como baby beef provém do miolo da alcatra.

#Filé Mignon: pode ainda ser chamado de lomo (espanhol), filet (francês) ou tenderloin (inglês). É o corte mais macio de carne bovina. Um filet mignon inteiro tem aproximadamente 2 kg. Tem sabor adocicado e menos acentuado que a alcatra e o contra filé, é suculento e tem pouca gordura. É ideal para bifes, como tournedor, medalhão,escalope, estrogonofe e também para rosbifes, assados, refogados e picadinhos. Fica bem acompanhado de vários tipos de molhos.

#Acém: também conhecido como agulha, lombo de agulha, alcatrinha, lombo de acém,lombinho de acém e tirante. É o maior e mais macio pedaço do dianteiro do boi, sendo uma carne relativamente magra que deve ser cozida por calor úmido. O acém rende ótimos ensopados, picadinhos, assados, cozidos, carne moída, refogados e bifes de panela

#Braço ou Paleta: dá bons molhos e ensopados, ótimo para carnes de cozimento mais longo e para moer.

#Peito: parte do dianteiro do boi constituída de músculos e fibras grossas e compridas.Necessita de cozimento longo em calor úmido. Pode ser usado em cozidos, caldos,sopas, refogados, enrolado com temperos e assado na panela com molho.

#Coxão Mole: também conhecido como chã de dentro, chã, coxão de dentro, polpa e polpão.Com fibras curtas e macias, é um corte macio que fica bom em assados, ensopados,picadinhos, escalopes, milanesas, bifes finos e enrolados, ou então moída para refogados e molhos.

#Coxão Duro: também conhecido como coxão de fora, chandanca, posta vermelha, perniquim,lagarto plano, lagarto chato, lagarto vermelho, chã de fora e lagarto atravessado.Com fibras mais longas e rijas e gordura concentrada na parte externa, exigecozimento lento, sendo ideal para assados de panela, rosbifes, carne recheada,cozidos ou utilizado moído em molhos e refogados.

#Maminha: parte mais macia da alcatra, é suculenta e tem sabor suave. É boa para assados,churrasco ou na grelha, carnes de panela ou bifes servidos bem passados, pois tem maior teor de gordura. Deve ser cortada de forma correta, ou seja,contra as fibras, para acentuar sua maciez e sabor.

#Patinho: menos macio que a alcatra, é usado para bifes à milanesa e preparações de carne moída crua – como o quibe e o steak tartar, ou então moída e cozida em refogados, molhos, bifes e assados. A parte inferior do patinho é um dos melhores cortes para escalope. Ideal também para picadinhos como o boeuf bourguignon (de origem francesa), goulash (origem húngara) ou spezzatino (origem italiana). Cortado em fatias transforma-se em um dos melhores escalopes que se pode conseguir do boi.

#Fraldinha: é também chamado de aba de filé. No corte de costela minga, a fraldinha é a ponta com carne. Conhecido como vacio (espanhol). Parte constituída de feixes musculares mais grossos e longos, é um corte muito saboroso que fica bom em ensopados,picados, cozidos, carne moída, carne recheada, carne desfiada (carne louca), caldos e sopas. Pode ser assada em churrasco ou na grelha, devendo ser cortada em tiras grossas.

#Ponta de Agulha: também conhecida como capa do bife, é a parte inferior da caixa torácica do bovino,tendo portanto ossos mais finos e bastante cartilagem entremeada com gordura.Fica muito bem em assados, ensopados ou sopa. É considerada a “rainha das churrasqueiras”, sendo uma carne muito saborosa para churrasco. Deve ser cozida por tempo longo, distante do braseiro, para amaciar suas fibras.

#Músculo: bom para molhos, ensopados, sopas, carnes de panela e cozida.

#Pescoço: Continuação do peito, tem formação muscular semelhante ao mesmo.Por ter estrutura muscular semelhante à do peito, pode ser usado nos mesmos tipos de pratos. Necessita de cozimento longo em calor úmido. Pode ser utilizado em sopas, guisados, cozidos, caldos, refogados, ensopados, enrolado com temperos ou assado na panela com molho.

#T-Bone: é um corte especial de lombo, feito através de seções transversais do músculo com osso. O T-bone tem parte final do contra filé de um lado do osso e a parte central do filé mignon do outro. É uma carne muito saborosa, macia e entremeada de gordura.

#Matambre: O matambre tem seu nome originado do espanhol “mata hambre”(mata a fome), pois quando um bovino é abatido a primeira peça de carne que se retira é esta “manta”que envolve a costela. Quando se compra costela, o matambre é a tira de carne de cor rosada que a envolve, e que deve ser preparada separadamente.Pode ser preparada na grelha ou no espeto, cortada em tiras finas e servida como aperitivo para o churrasco. Outro preparo excelente é enrolar o matambre e recheá-lo com legumes, lingüiça e ovos.

#Costela: também conhecida como costela do dianteiro, ripa de costela e assado. É a parte superior da caixa torácica do bovino, tendo ossos maiores e mais largos. A costela é o corte com maior variedade de sabores, texturas e aromas.Exige um tempo de cozimento mais longo, para amaciar suas fibras. É utilizada principalmente para churrasco, ou então para o preparo de carne cozida com legumes. As carnes preparadas com osso tem sempre um sabor muito especial.

#Ossobuco: também conhecido como músculo duro, músculo de segunda, músculo da perna e canela. Quando cortado com osso é chamado de ossobuco. Possui, no centro, osso com tutano que, submetido a cozimento lento, fornece pratos com molhos de muito sabor. Pode também ser usado em sopas e cozidos, produzindo caldos saborosos e gelatinosos.

Aproveite seu churrasco e se divirta muito, porque o que vale, É A FESTA!!!!!!!!!

Churrasco de T-Bone

churrasco-de-gringo

Ingredientes:
01 peça de T-Bone
Chimichurri (tempero argentino) misturado com Azeite de Oliva para pincelar o T-Bone
Sal grosso
Modo de preparo
Pincele o T-bone com o tempero e passe o sal grosso. Leve para assar na brasa ou grelha. Antes de servir, bata para tirar o excesso de sal e sirva com mais chimichurri a parte.

Sugestão de Acompanhamento: Legumes assados (pimentões, berinjela, abobrinha)

Curta nossa Fan Page clicando ao lado em Curtir.

Receita de Molho Barbecue Caseiro.

costela+suina+ao+molho+barbecue+com+onion+rings++

Preparo: 30 a 40 minutos

Ingredientes:

1 Colher De Sopa De Mostarda;
1/2 Xícara De Vinagre De Maçã;
1 Colher De Sopa De Molho Inglês;
1/2 Xícara De Melado;
1/2 Xícara De Açucar Mascavo;
1 Colher De Sopa De Chilli;
1 Colher De Sopa De Pimenta Do Reino Com Cominho;
1 Pitada De Pimenta Do Reino Moída Na Hora;
1 Colher De Chá De Páprica;
1 Colher De Chá De Alho Em Pó;
1 Colher De Chá De Cebola Em Pó;
1 Colher De Chá De Canela;
1 Dose De Jack Daniel’s ou cachaça envelhecida (escura);
4 Colheres De Fumaça Liquida;
Sal A Gosto (Muito pouco e só se precisar!! eu não usei na minha receita);

Modo de Preparo

Misturar todos os ingredientes numa panela e mexer até ficar homogêneo. Reduzir em fogo médio ou baixo para por 30 a 40 minutos, ,mexendo a cada 5 minutos.

Testar o ponto sujando a colher e passando o dedo, se a colher ficar limpa e não escorrer no lugar aonde passou o dedo está pronto, eu ainda prefiro um pouco mais grosso, mais ai vai de gosto né?

Deixar ficar em temperatura ambiente e colocar em bisnagas para molhos.

Pode ser usado na costelinha de porco, no hambúrguer, no Pernil e aonde você quiser

Todos os direitos reservados, Meat Leaders Brasil

 

O que é o Ojo de Bife?

tumblr_lzv3gltF5t1qzl4lb

Esse corte é uma marca registrada da parrilla argentina.

É o miolo do Bife Ancho, parte dianteira do contra filé.

Muito saboroso e macio, esse corte vem ganhando cada vez mais adeptos entre os apreciadores de carne.

Ideal para preparo em grelha com fogo médio, devido a larga espessura dos bifes.

De tão macio, em alguns restaurantes, os garçons fazem questão cortar o bife sem faca, apenas com a ajuda de um garfo e uma colher.

O que é Assado de Tira

AssadodeTira
Carne especial para churrascos, o Assado de tira tem conquistado os brasileiros em grelhas e parrillas de todo o país. O corte – típico argentino – é extraído da costela traseira do boi, no sentido transversal ao dos ossos. Sua localização atribui sabor e textura únicos à carne.

A aparência de uma corda grossa (entre dois e três centímetros de espessura) deu origem ao nome do corte, que pode chegar até 25 centímetros de comprimento. A espessura da carne varia de acordo com a idade do animal. Bois mais velhos darão tiras mais altas. Mas também com carne mais firme e saborosa.

Para quem prefere carnes mais macias, o indicado é a escolha de peças menores e com ossos mais arredondados. Por ser uma carne próxima aos ossos, o Assado de tira tem profundidade de sabor.

A quantidade de gordura entremeada na carne garante um bom marmoreio. Já as cartilagens ósseas agregam sabor e aroma bem particulares. Não por acaso, esse corte é considerado uma iguaria por amantes e especialistas em churrasco.

Por ser uma forma diferente de apresentar a clássica costela bovina, o Assado de tira também deve receber um tratamento diferente ao fogo. O tempo de cozimento, por exemplo, deve ser mais curto que o do corte convencional.

O seu preparo mais indicado é na grelha, com braseiro bem formado e extremamente quente. Assim, as partes gordurosas derretem dando sabor sem prejudicar a textura, a umidade e o aroma da carne.

O que é Bife Ancho

Bife_Ancho1
O Bife Ancho é um nobre corte de origem portenha que tem conquistado os brasileiros ao lado do seu irmão e vizinho, bife de chorizo.

No Brasil recebe também o apelido de filé da costela, por ser retirado dessa região óssea. Especificamente, da ponta do contrafilé, a partir das cinco primeiras vértebras do boi, incluindo uma pequena parte do filé mignon. Não por acaso, uma região super macia.

Bastante apreciado e consumido na América Latina, o Bife Ancho é um corte também valorizado ao redor do mundo, sendo por vezes confundido com o bife de chorizo. Conforme o país, recebe diferentes nomes. Na França, por exemplo, pode ser chamado de noix ou entrecôte. Já em países de língua inglesa atende por cube roll.

O nome latino-americano Ancho, de origem espanhola, significa “largo” e indica a forma correta de preparar e consumir a carne. Idealmente os bifes devem ser “largos”, com no mínimo dois centímetros de espessura.

A combinação privilegiada de duas carnes, separadas por uma camada fina de gordura que se estende sutilmente entre as fibras, dá ao Bife Ancho sabor e personalidade únicos. A manteiga clara entremeada faz dele uma carne com excelente  marmoreio e, por isso, suculenta e com textura macia.

De preferência, deve chegar à mesa em bifes malpassados, no máximo ao ponto, para que se mantenham seus sucos, maciez e sabor. Churrasqueados ficam primorosos. Também são muito bons preparados na frigideira, em fatias ainda mais altas. Para um toque especial, podem ser banhados com beurre noisette, a manteiga tostada cujo gosto é semelhante ao da avelã.

Todas essas características fazem do Bife Ancho um corte pouco comum. Mas para garantir todas essas peculiaridades, é essencial que a carne venha de um gado de boa procedência. A alimentação, a raça, a criação do rebanho e a idade do gado influenciam diretamente na experiência de degustar um Bife Ancho.